Descrição do projecto

Projecto: Shadow walks in Nodar
Categoria: Arte sonora
Período: Agosto 2008
Evento: Residência Artística


Tenho um interesse particular pela relação das pessoas com o lugar, especialmente lugares familiares e de residência. Nos últimos três ou quatro anos tenho viajado efectuado trabalho com o som que reflecte e responde às características específicas dos lugares e dos seus residentes. Encaro este trabalho como um retrato sonoro do lugar e através da experiência, impressões e memórias daqueles que lá vivem, assim como dos sons particulares dos lugares escolhidos e da minha própria resposta cantada a esses lugares.

Durante a minha residência em Nodar contactei com os habitantes locais. Pedi a voluntários para me conduzirem nos seus percursos “especiais”, um percurso pedestre que tenha sido repetido muitas vezes e que tenha um significado especial para essa pessoa. A um percurso inicial com a pessoa ao longo da rota seleccionada, durante o qual as nossas conversas foram gravadas, seguiu-se um percurso realizado apenas por mim, durante o qual tentei sentir os traços deixados pelo meu acompanhante anterior e torná-los audíveis através do meu canto improvisado no próprio lugar.

De igual forma, efectuei gravações de campo dos sons destes locais escolhidos. Este processo foi repetido para os percursos dos vários convidados. As diversas gravações foram posteriormente editadas na forma de composições passíveis de serem apresentadas em público.

À medida que caminho, recolho objectos que encontro no percurso, os quais são apresentados juntamente com os trabalhos sonoros. Objectos removidos dos seus contextos e mostrados num local distinto parecem tomar a forma de uma presença física, incorporando histórias imaginadas e, quando são mostrados em conjunto, formam um retrato visual de um lugar, feito de resíduos e do que ficou para trás.

Composição áudio final do projecto “Shadow Walks in Nodar”:


Viv Corringham | Reino Unido

é uma artista sonora inglesa, baseada em Londres e em Rochester, Minnesota em actividade desde o início dos anos 80. Sobre ela foram publicados diversos artigos de revista e emitidos programas de rádio (BBC Radio 3 and 4, Resonance fm, WFMU…) e TV (BBC Channel 4). Viv participou em alguns dos mais importantes festivais de arte sonora: Soundworks Festival (Cork, Irlanda), Hearing Place Sound Art Festival (Melbourne, Austrália), Placard Headphone Festival (Londres), Sound Art Museum (Roma, Itália), etc.

[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]