Descrição do projecto

Rui Costa

Portugal

Período da Residência:
15 a 28 Fevereiro 2010

Projecto Artístico:
“Começar de Novo”

Arte Sonora

Quatro pessoas vão encontrar-se na nascente do rio Paiva. A arte vai captar o encontro sem revelar o que se passou. Vai ser uma homenagem àquele lugar, àquelas pessoas e àquele momento. O encontro é íntimo. O que vai acontecer não vai ser passado para o exterior. Apenas o espírito do momento e do lugar serão partilhados na forma de um conjunto de gravações sonoras que servirão de base para uma composição e na forma de uma instalação: uma reprodução em miniatura, a mais exacta possível, daquele momento – do espaço geográfico e do espaço-tempo sonoro. O som será reproduzido por um conjunto de pequenos speakers controlados por circuitos electrónicos Arduíno. O ser humano vive numa permanente tentativa de controlar as circunstâncias – as suas e as externas – para atingir um fim desejado. Mas há quem diga que o momento inesperado, não previsto, é infinitamente mais proveitoso. Provavelmente o segredo estará algures no meio. O fim aqui será um “encontro memorável”. O desafio será decidir quais as circunstâncias que há que controlar e quais as que deverão ficar entregues ao acaso. No primeiro dia levarei comigo um conjunto de condições iniciais. Uma delas é uma ideia do local para o encontro. Outras são mais práticas: alimentação, conforto, elementos decorativos. Nos dias seguintes as condições irão sendo optimizadas até se chegar a uma configuração que resulta bem. Pretende-se chegar ao “encontro memorável” por aproximações sucessivas. Tentaremos a todo o custo estarmos sós. Evitaremos a interacção com o mundo exterior. Iremos esquecermo-nos de que estamos a ser registados. Definir-se-ão as condições de registo do encontro no início de cada dia, sem alteração durante o mesmo. A documentação sonora vai ser obsessiva e exaustiva. Pretende-se registar tudo de todos os pontos de vista, em ambas as margens do rio. O rio como facilitador da experiência memorável. A nascente como metáfora de um novo começo. A arte como uma oportunidade na vida (e vice-versa).