Descrição do projecto

Pierre Gauvin (Canadá)

Relativamente às vozes rurais do maciço da Gralheira, Pierre Gauvin propôs gravar pessoas que lêem textos curtos. Estes textos são de preferência pessoais. São cartas, notas encontradas, textos escritos pelo leitor, seus familiares passados e presentes. Os textos podem ser relativos a acontecimentos sobre o quotidiano, cartas de amor, notas de todos os tipos, ficcionadas ou histórias da vida real. Resumindo, todos estes textos do passado e do presente são directamente decorrentes da Gralheira. Os textos são acompanhados de peças sonoras, compostas de efeitos sonoros, como ruídos ambiente e sons de instrumentos acústicos como o acordeão, flauta, kalimbas, etc. As peças sonoras resultantes do projecto estão imbuídas de personalidade regional.