Descrição do projecto

Projecto: Contemplações
Categoria: Trabalho sonoro/rádio
Período: Outubro 2013
Evento: Residência Artística

Parte do corpo… para… parte do corpo Em silêncio e em movimentos lentos de Som da linguagem… quietude… som da linguagem
Para implementar o trabalho, deverão ser encontradas pelo menos cinco pessoas da região do Maciço da Gralheira que irão ler uma lista de partes individuais do corpo, o que será gravado usando um gravador de áudio. Estas gravações irão servir como uma base para a composição que, como descrito acima, se move pacificamente do som da linguagem – à imobilidade – ao som da linguagem. As gravações de áudio deverão ser feitas num local com significado religioso para as pessoas (por exemplo, na igreja de uma aldeia). O referencial teórico de “Contemplações” deriva do conceito de “Rosto” do filósofo de religião, o judeu Emmanuel Levinas. Em “O Rosto de Outrem” – Levinas expande o conceito de rosto a todas as partes do corpo – o divino torna-se então imediatamente presente. No seu ensaio “A Vida Precária”, a filósofa Judith Butler refere-se à categoria de “Rosto” de Levinas e descreve o “rosto” como algo pré-linguístico, como um “tipo de som”. O trabalho sonoro “Contemplações” espera que este som emirja e assuma que algo é capaz de aparecer na cor tonal de como as pessoas do maciço da Gralheira falam, da sua entonação, de como começam e interrompem a fala, algo de cada som, de cada “rosto”, de cada ser eterno. O “som” que aparecer é específico e ligado às pessoas da região do maciço da Gralheira. Nesse sentido, não é concreto e gira em torno de algo geral.