Descrição do projecto

Projecto: Montanhas, Céu, Construções
Categoria: Composição e improvisação electroacústica
Período: Abril 2013
Evento: Residência Artística

Uma composição/improvisação sonora de cerca de 25 minutos para uma igreja, para órgão elétrico, órgão de igreja, objetos amplificados e sons da missa em igreja (o sopro da oração, as conversas, os passos de pessoas que entram na igreja, os cânticos).

A artista propõe desenvolver uma peça (composição/improvisação) para o seu velho órgão elétrico Korg em combinação com órgão de igreja, objetos amplificados e os próprios sons da igreja. A peça é baseada em experiências prévias com o seu órgão a solo e objetos, transformando a ideia de uma paisagem com colinas e sons distantes que se aproximam e afastam.

A ideia desta peça sonora para o Maciço da Gralheira é a de integrar sons profanos internos à igreja e outros externos da paisagem (como sons de alfaias agrícolas mecânicas, ou fragmentos de melodias escutadas ao longe) numa composição contemplativa, onde aqueles sons deixam de ser perturbadores. Os sons mecânicos da paisagem serão recriados por objetos amplificados dentro da igreja, passando a ser mais abstractos. É importante, que todos os sons da peça sejam provenientes do interior da igreja. Desta forma, a separação entre os sons do exterior e do interior é anulada e os sons mecânicos deixam de estar ligados a certas imagens mentais de máquinas. O arranjo da peça deverá pois fazer abrir os ouvidos para uma certa beleza dos sons mecânicos. A peça pode ser encarada como um espaço espiritual. Ela convida a aceitar o mundo exterior de técnicas e máquinas, a fusão de duas zonas sonoras. Os sons serão integrados num conceito musical e numa estética homogénea e silenciosa para que a percepção e contemplação do ouvinte dentro da igreja seja possível.

Awesome Flickr Gallery Error - Photoset not found