PAIVASCAPES # 1 – ESTRUTURA, PROCESSO PERCEPÇÃO DE UM RIO
LIVE SETS E PROJEÇÕES AUDIOVISUAIS
POR ARTISTAS EM RESIDÊNCIA

CRAIG DONGOSKI (US)
CHARLES STANKIEVECH (CA)
KATHERINE LIBEROVSKAYA (CA)
PHILL NIBLOCK (US)

NODAR (PT)
40º 55’ 3.21’’ N, 8º 3’ 35.42’’ W
Sábado, 10 Julho 2010 – 21h00

CRAIG DONGOSKI (US)
“Durations: River Paiva”
Exibição de Trabalho em Andamento

O artista usa o estudo sobre o encontro com o contorno do rio para orientar uma investigação de resultados expressivos, utilizando microfones de contacto piezo para gravar o som de inscrição e microfones “shotgun” para captar o ambiente local, acompanhados de registos fotográficos e vídeo. Ao caminhar junto ao contorno do rio, Craig actua literalmente da mesma forma funcional que o desenho, ou seja, traçando um contorno de forma precisa e directa. Através do processo de interpretações repetidas, o trabalho começa a produzir camadas (literais e metafóricas).

http://drawingvoices.com/

CHARLES STANKIEVECH (CA)
“Turbine Inferno”
Vídeo + som ao vivo (10 minutos)

Charles Stankievech apresentará uma performance audiovisual ao vivo intitulada “Inferno Turbine” a partir do material recolhido durante a residência integrada no projecto “Paivascapes #1”. Turbine Inferno inclui gravações de áudio e vídeo das turbinas eólicas situadas no vale do rio Paiva (junto ao Portal do Inferno no Maciço da Gralheira e Fragas do Inferno na serra do Montemuro), dispostas numa composição na forma de um “drone” entrelaçado com glissandos micro-tonais originados por processos de mudança de fase.

http://www.stankievech.net/

PHILL NIBLOCK (US) & KATHERINE LIBEROVSKAYA (CA)
“Sound Delta +”
Colagem sonora ao vivo: Phill Niblock
Vídeo ao vivo: Katherine Liberovskaya
Duração: aprox. 20-30 minutos

“Sound Delta +” é uma performance áudio / vídeo ao vivo a partir de um trabalho criado em 2008 durante o projecto European Sound Delta.
“European Sound Delta” consistiu numa residência artística nómada que teve lugar durante o Verão de 2008: dois barcos navegado em simultâneo e contra-corrente os rios Danúbio e Reno, o Mar Negro e o Mar do Norte – durante um período de quase três meses – para finalmente se encontrarem em Estrasburgo. Mais de trinta artistas internacionais foram convidados a participar a bordo e em cada uma das escalas ao longo do itinerário criaram projectos sonoros e apresentaram espectáculos ao vivo.

Niblock e Liberovskaya participaram na primeira viagem do barco do Danúbio, de Tulcea, no delta do Danúbio, entre a Roménia e a Bulgária, a montante, até Ruse, na Bulgária. Durante duas semanas recolheram material sonoro e vídeo ao longo do rio. Este material formou a base de uma primeira performance audiovisual ao vivo no Festival Bridge em Ruse, o qual foi transmitido ao vivo para o Festival Citysonics em Mons, na Bélgica, onde o barco do Reno se situava na altura. A peça foi novamente apresentada no Museu de Arte Contemporânea em Estrasburgo, onde ambos os barcos chegaram no final de suas viagens em Setembro de 2008.

A performance a apresentar em Nodar baseia-se principalmente no material recolhido durante o projecto do Danúbio, incorporando no live mix outras gravações e filmagens relacionadas.

http://www.phillniblock.com
http://www.liberovskaya.net/

KATHERINE LIBEROVSKAYA (CA) & AL MARGOLIS (aka IF, BWANA) (US)
“Frogfields”
Vídeo: Katherine Liberovskaya
Música: Al Margolis (IF, BWANA)
2009-10, approx. 14 minutos

“Frogfields” é uma obra de vídeo experimental na qual se combinam variações de voltagem e áudio processado através de um sintetizador Sandine, concebida no contexto de uma residência artística que Liberovskaya e Margolis efectuaram na Experimental Television Center em Owego, NY. As filmagens de rãs foram captadas no jardim zoológico de Bronx, NY. “Frogfields” foi estreada em Junho de 2010, em Praga, República Checa, no âmbito de uma exposição individual na Galeria Skolska28.

http://www.liberovskaya.net/
http://www.myspace.com/ifbwana

PHILL NIBLOCK (US)
Filme – “Portugal”, olhando o movimento das pessoas que trabalham ao longo da costa entre Peniche e Caminha, 1981
Música – “EZAZ” (22 min, 2002), Art Zoyd Ensemble, Maubeuge, França, e “2 Lips – aka Nameless” (2009, 22,20) para duas orquestras, Laboratorium do Champ d’Action Ensemble, Antwerp (Peças encomendadas por ambos os ensembles), uma gravação a partir de 5 faixas estéreo (cerca de 75 músicos)

http://www.phillniblock.com