“Limina”: Manuela Barile no Museo d’arte dello Splendore (Giulianova, Itália)

“Limina: Projeção de obras vídeo de Leo Canali e Manuela Barile. Encontro com os artistas”
19 Agosto 2014, 21h00
Apresentação de Marialuisa De Santis e Filippo Lanci
Moderação de Federica de Lucia
Museo d’arte dello Splendore
Giulianova, Teramo (Itália)

Co-produção: Museo d’arte dello Splendore, Ufficio Diocesano per l’Arte Sacra da Diocese de Teramo-Atri, Binaural/Nodar, Associazione Bambun

Na sequência da edição do livro+DVD “O Sentido da Dor: Duas Obras de Manuela Barile”, que inclui reflexões artísticas antropológicas e teológicas sobre trabalhos de inspiração sacra da diretora artística pela Binaural/Nodar e que contou com o apoio financeiro decisivo do Ofício de Arte Sacra da Diocese de Teramo-Atri, o seu responsável, o padre Filippo Lanci, convida Manuela Barile para um encontro com outro (jovem) artista italiano, Leo Canali (Forli, Itália 1992), o qual tem igualmente dedicado parte da sua atenção criativa a expressões de fundo religioso, nomeadamente iconográficas e pictóricas, num contexto contemporâneo ligado à video-arte.

A sessão será desenvolvida na forma de projeção vídeo de duas obras de ambos os artistas (“” de Manuela Barile e “Lazzaro. 1” de Leo Canali), comentadas pelos próprios, por Marialuisa De Santis (diretora do Museo d’arte dello Splendore) e por Filippo Lanci (padre católico, patrólogo, artista e curador), sendo a moderação da sessão a cargo de Federica De Lucia (conservadora do Museu d’arte dello Splendore).

2017-02-13T18:31:48+00:00 28 Julho, 2014|