“Passageira em Casa / Passenger at Home”, de Maile Colbert
Teatro Viriato (Viseu, PT) | Estúdio de Dança
Sexta-Feira, 1 Novembro 2013, 21h30
Entrada Livre.

“Passageira em Casa / Passenger at Home”, um projeto intermedia de Maile Colbert, produzido pela Binaural/Nodar e financiado pelo Governo de Portugal | Direcção-Geral das Artes irá estrear no Teatro Viriato, em Viseu, no dia 1 Novembro, na sequência de uma residência artística com início a 28 de Outubro.

O projeto é uma performance intermedia e interdisciplinar inspirada pela viagem em busca da definição de “casa” . A narrativa é parcialmente ficcional e consiste num relato pessoal sobre a história marítima de Portugal. Embora tenha uma âncora conceptual, o projeto é “context-specific” no ponto de vista histórico, cultural, linguístico, arquitetónico e pessoal, renascendo à medida que viaja para diferentes locais e situações como um Cadáver Esquisito épico.

O texto do projeto foi desenvolvido pela diretora e pelo poeta Ian Colbert, baseado n’Os Lusíadas, em cantos Havaianos, memórias e diários dos antepassados da diretora, por textos da sua autoria e outros textos relacionados com viagens marítimas e história e cultura de Portugal.

“’Muitos portugueses da minha geração relatam a história de uma criança olhando para o mapa de Portugal pendurado na sala de aula como se fosse uma cara… a Espanha como se fosse o cabelo e o pescoço… a cara de Portugal vista de perfil, de costas para a terra conhecida, virada para o mar, mar passado, mar novo.’ [“Portuguese Modernism Unbounded: a Poetics for the Border Identity, Portuguese Literary & Cultural Studies, 1, Fall, 89-108” – Maria José Canelo] Algures na minha genealogia esta experiência ocorreu. Levou-os através de uma massa continental e dois oceanos até ao Havai. A minha mãe olhou para a terra de onde eles vieram, eu olhei para além da terra onde ela me conduziu. Agora, a genealogia torna-se num círculo. Mas será isto um regresso? Um regresso implica uma origem. Mas isto refere-se a múltiplas gerações. Pode a história genealógica de uma pessoa tornar-se numa história pessoal? Pode isto ser um regresso a casa? Será que isto se parece com a nossa casa?” [Maile Colbert]

Ficha Artística:

Direção Artística: Maile Colbert (US/PT)
Criação Vídeo/Intermedia: Maile Colbert (US/PT)
Texto: Ian Colbert (US) e Maile Colbert (US/PT)
Coreografia e Performance: Rafaela Salvador (PT)
Pesquisa de Movimento: Wanda Gala (US)
Consultor Dramatúrgico: Rui Catalão (PT)
Criação Sonora: Rui Costa (PT) e Maile Colbert (US/PT)
Performance Vocal: Anna Hints (EE)
Figurinos: Cláudia Ribeiro (PT) | Casa de Figurinos
Produção: Binaural/Nodar
Co-Produção: Cross the Pond

Para mais informações sobre o projeto, clicar aqui.

Para mais informações sobre Maile Colbert, clicar aqui.

passageira-em-casa2.jpg