Programa de Residências Artísticas de Nodar: Segundo módulo de 2008 decorre entre 1 e 21 de Junho.

O Centro de Residências Artísticas de Nodar está situado numa comunidade rural de montanha no centro de Portugal (concelho de S. Pedro do Sul) e organiza e produz o desenvolvimento de projectos artísticos pluri e transdisciplinares (com ênfase nas artes sonoras, vídeo, performativas e intermedia), seguidos de apresentações públicas na região. Os artistas residentes, no âmbito do desenvolvimento dos projectos artísticos, são encorajados a estabelecerem interacções com o local, seu espaço geográfico e social, identidade e memória.

O segundo módulo de residências artísticas de 2008 decorre entre 1 e 21 de Junho, com a presença do artista sonoro francês Pali Meursault, da artista vídeo alemã Christine Niehoff e do performer francês Cédric Anglaret. A organização convida todos os estudantes e artistas interessados em acompanhar o desenvolvimento dos projectos e em contactar os artistas residentes.

No dia 21 de Junho decorrerá o evento público final, no âmbito do qual serão apresentados os três projectos artísticos, a par de outras actividades (passeio pedestre, projecção de filmes documentários e baile tradicional).

(clicar na imagem para maior detalhe)

Projectos Artísticos:

Cédric Anglaret (França)
“Uma lenda que se torna realidade”
Performance em espaço público

Descrição: Investigar histórias, crenças ou lendas locais, escolher uma e torná-la realidade, através de performance.
Intenções: A ideia é, nestes momentos de transição, reactivar as tradições passadas no presente para potenciar o questionamento do futuro. Uma velha lenda que de repente reaparece incita a reacções e interrogações.

Christine Niehoff (Alemanha)
“Manual de sobrevivência”
Artes visuais

Um vídeo com características quase-instrutivas acerca da sobrevivência em tempos pós-catastróficos. Parcialmente cómico ou absurdo devido ao carácter inútil da tarefa (as esperanças de sobrevivência parecem ser ínfimas em muitos cenários), parcialmente muito sério devido à determinação de tentar. O projecto será concretizado localmente, respondendo ao espaço e à gente de Nodar.

???????? ????? ????????

Pali Meursault (França)
“Caminhada[s]”
Paisagens sonoras

Um projecto de criação sonora, mas também de pesquisa de uma forma de escrita musical através do encontro com um ambiente. Esta pesquisa utiliza técnicas de gravação de campo, assim como de improvisação com objectos encontrados, instalação sonora ou documentário e, acima de tudo: percursos pedestres exploratórios e encontros casuais. Tudo isto será conduzido enquadrado por uma ideia alargada do que é um ambiente, através do questionamento das especificidades sonoras do lugar, assim como dos seus dados geográficos, temporais, sociais e políticos.

Co-organização: Associação Cultural de Nodar | Binaural
Financiamento: Ministério da Cultura / Direcção Geral das Artes
Apoios: MoKS (Estónia) | Projecto Criar Raízes | Câmara Municipal de S. Pedro do Sul
Parceiro Media: Viseu TV

Como Chegar até Nodar:

Vindo da Auto-Estrada A25, sair em direcção a S. Pedro do Sul. A partir do centro da vila, seguir no sentido São Pedro do Sul – Viseu e, à saída da vila, seguir as indicações para São Macário / Castro Daire, a partir da rotunda da estátua do São Pedro. Seguindo em frente, já em São Felix, vira-se à esquerda em direcção a São Macario / Fujaco / Pena. Seguir sempre em frente até à aldeia de Sul. Aí, virar na 1ª rua à direita (Largo do Imigrante). Passar pela Amoreira e Ervilhal. Pouco depois, no cruzamento virar à esquerda para S. Macário / S. Martinho das Moitas / Casa Museu Maria da Fontinha. Passar Gafanhão / Além do Rio, e num cruzamento mais à frente virar à direita para Sete Fontes / Sequeiros / Nodar / Parada de Ester. Seguir sempre em frente passando por Sequeiros.

Para alojamento na zona de Nodar, consultar o link.[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]