Concerto de encerramento de “La Scatola”

A Binaural e o Teatro Viriato apresentam:

La Scatola

Um Espectáculo Intermedia de Manuela Barile e Rui Costa

Sexta-Feira, 19 Junho 09 – 21h30

Teatro Viriato, Viseu

M/12 – Bilhetes entre 5 e 10 Euros

Espectáculo de encerramento do projecto “La Scatola” de Manuela Barile e Rui Costa (directores artísticos da Binaural) após uma itinerância de 14 datas em festivais de música exploratória, salas de concerto, galerias e museus de Portugal, Espanha, Itália e França.

Um espectáculo intermedia surpreendente, no qual voz, performance, espacialização sonora multicanal e vídeo (pré-gravado e em tempo real) se reúnem de forma imersiva para narrar situações que dizem respeito a todos: a memória longínqua, a infância entre o sonho e o pesadelo, os lugares e pessoas do passado, etc.

‘La Scatola’ trabalha sobre a zona de fronteira entre o “eu” e o mundo exterior e parte de uma ideia, de um dispositivo narrativo, designado por ‘La Scatola’ (‘a caixa, em Português), o qual representa um espaço difuso entre o ‘dentro’ e o ‘fora’, entre o ‘eu’ e o ‘outro’, no qual estão presentes múltiplas linhas de força de sentido contrário: manifestações sensoriais do corpo encarcerado / corpo protegido, visões distorcidas do mundo exterior, ansiedade, desejos, memórias. Estas linhas de força são encaradas em termos puramente espaciais (“zona interdita”, “abismo”, “barreira”) mas também em termos de “fluxos energéticos” bidireccionais criados pela projecção sensorial e emocional no mundo exterior da individualidade encarcerada (dor, desejo, resistência, impotência, etc.) e da representação (idealizada, distorcida, difusa) desse mundo na mente e corpo do indivíduo encalusurado.

Os diversos dispositivos utilizados no projecto são organizados de forma a criarem situações de aparência enigmática, entre o familiar e o estranho, o vizinho e o distante. As imagens ou os objectos usados, na sua simplicidade e depuração, transformam-se num espelho capaz de fazer confrontar o espectador com as suas próprias memórias e experiência individual.

“La Scatola” foi desenvolvido em múltiplas metamorfoses e apresentado em diversos contextos permutáveis e combináveis entre si: instalações, performances, concertos (solos / duos), apresentações “site-specific” e workshops.

Direcção Artística: Manuela Barile e Rui Costa

Apoio Dramatúrgico: Bojana Bauer (Sérvia)

Coordenação de Produção: Luís Costa

Pós-Produção Vídeo: João Rodrigues

Residências Artísticas: Centro de Residências Artísticas de Nodar (Portugal) | MoKS (Estónia)

Financiamento: Ministério da Cultura | Direcção Geral das Artes

Apoios | Agradecimentos: Associação Cultural de Nodar | Câmara Municipal de S. Pedro do Sul | Zoom – Associação Cultural | Amigos do Museu de Olaria de Barcelos | Galeria Zé dos Bois | MoKS (Estónia) | Vel-Net (Itália) | Villa Franchin (Itália) | Madcap Collective (Itália) | Città di Venezia (Itália) | MARCO – Museo de Arte Contemporáneo de Vigo (Espanha) | Colectivo Sinsal (Espanha) | MUSAC – Museo de Arte Contemporáneo de León (Espanha) | Junta de Castilla y León – Consejeria de Cultura y Turismo (Espanha) | Almazen. Serial Artist (Espanha) | La Casa Encendida de Obra Social Caja Madrid (Espanha) | Asociación Musicalibre (Espanha) | Centro Huarte – Centro de Arte Contemporáneo de Navarra (Espanha) | Presence Capitale (França) | Erratum (França) | Teatro Viriato

2017-02-13T18:32:38+00:00 28 Maio, 2009|