O Programa de Residências Artísticas de Nodar para 2009 está definido e irá decorrer ao longo do ano em cinco módulos, entre 15 Março e 31 Outubro, que contarão com a presença de 19 artistas de origens geográficas e áreas artísticas diversas, os quais desenvolverão na aldeia de Nodar (S. Pedro do Sul) e territórios adjacentes, os projectos que previamente foram seleccionados pelo comité de selecção da Binaural.

São as seguintes as principais linhas de força dos projectos artísticos seleccionados:

1. Presença de três artistas oriundos da Estónia (Peeter Laurits, Anna Hints e Svetlana Bogomolova), convidados ao abrigo de um acordo de cooperação estabelecido com uma residência artística em espaço rural daquele país (MoKS). A Binaural convidou por sua vez quatro artistas Portugueses a efectuarem uma residência artística na aldeia estoniana de Mooste: Dinis Santos, Andrea Brandão, Ana Carvalho e Bruno Humberto.

2. Presença significativa em Nodar de artistas Portugueses (Rui Silveira, Joana Nascimento, Sérgio Cruz e Marta Bernardes) o que acontece pela primeira vez desde 2006, evidenciando, por um lado, uma estratégia do Centro de Residências Artísticas de Nodar na promoção junto da comunidade artística nacional do interesse numa reflexão artística contemporânea em espaço rural e, por outro lado, um aumento da qualidade geral dos projectos artísticos propostos, nomeadamente por parte de uma geração emergente de artistas nacionais formados nos últimos anos num ambiente artístico multidisciplinar e/ou internacional.

3. Projectos que trabalham sobre o enquadramento sonoro da paisagem de Nodar de formas inovadoras, nomeadamente ligando aspectos tecnológicos / científicos a artísticos. Salienta-se o projecto dos brasileiros Luciana Ohira e Sérgio Bonilha, os quais construirão uma série de dispositivos sonoros dispersos na paisagem que funcionarão autonomamente através de energia solar, do artista Japonês residente em Berlim Satoshi Morita o qual, a partir de gravações sonoras multicanal, criará uma série de “capacetes sonoros” que induzem no ouvinte uma percepção auditiva e táctil do som e do Norte-Americano Ben Owen, o qual utilizará tecnologias de captação de vibrações do subsolo (sismógrafos, geofones) para as transformar em elementos audíveis. Estarão igualmente em Nodar outros quatro artistas sonoros de renome internacional: Jason Kahn, Melanie Velarde, Duncan Whitley e Jez riley French.

4. Projectos que reflectem sobre aspectos tradicionais ou actuais da realidade local, como seja a arquitectura tradicional (Rui Silveira, Jez riley French), o mundo animal (Marta Bernardes / Ignacio Martínez e Sérgio Cruz), as aldeias abandonadas (Manuela Barile) ou a paixão pelo futebol amador (Duncan Whitley).

5. Projectos que envolvem a voz humana e a sua ligação sensível à paisagem geográfica e humana (Marta Bernardes, Manuela Barile, Alice Hui-Sheng Chang e Anna Hints).

Por último, de referir que em cada residência artística serão desenvolvidas actividades paralelas com estudantes da região (em colaboração com escolas secundárias e universidades) e será efectuada uma apresentação ao público dos trabalhos artísticos, a ocorrer no último dia de cada residência.


Calendário de residências artísticas para 2009:

15 Março | 4 Abril 2009
Joana Nascimento (Portugal)
Peeter Laurits (Estónia)
Rui Silveira (Porutgal)
Svetlana Bogomolova (Estónia)

3 Maio | 23 Maio 2009
Jason Kahn (EUA)
Melanie Velarde (Austrália)
Satoshi Morita (Japão)

27 Junho | 18 Julho 2009

Ben Owen (EUA)
Marta Bernardes e Ignacio Martínez (Portugal/Espanha)
Sérgio Bonilha e Luciana Ohira (Brasil)
Sérgio Cruz (Portugal)

1 Setembro | 21 Setembro 2009

Manuela Barile (Itália)
Duncan Whitley (Inglaterra)

10 Outubro | 31 Outubro 2009
Anna Hints (Estónia)
Jez Riley French (Inglaterra)
Nigel Brown & Alice Hui-Sheng Chang (Austrália / Taiwan)


Nota: Clicar aqui para obter a brochura com a descrição dos projectos artísticos e biografias dos respectivos autores: