Festival Paivascapes #1: 4 – 8 Março 2011

PAIVASCAPES #1 – FESTIVAL SONORO DO RIO PAIVA
Vila Nova de Paiva, Castro Daire, São Pedro do Sul, Arouca, Castelo de Paiva
4 a 8 Março 2011

Exposição retrospectiva, concertos multimédia, instalações sonoras nas margens do Rio Paiva, conferências, mostra de vídeos, actividades de percepção sonora e passeios ambientais.

“Um festival inovador e itinerante onde as artes sonoras e multimédia irão interagir com paisagens fluviais e comunidades ao longo do Rio Paiva, da nascente até à foz.”

“Paivascapes #1 contará com exposições e espectáculos sonoros e multimédia relacionados com o Rio Paiva, cujos autores (mais de duas dezenas), são artistas de renome internacional e oriundos de vários países da Europa, América e Ásia.”

Bem no coração de um dos rios mais limpos da Europa, o Rio Paiva, Paivascapes # 1 – Festival Sonoro do Rio Paiva é uma celebração de cinco dias de inovação e criatividade cultural, numa região rural conhecida pelas suas ricas e antigas tradições. Paivascapes # 1, produzido pela organização cultural portuguesa Binaural/Nodar, é inteiramente dedicado à exploração sensorial de paisagens e comunidades ribeirinhas através da arte sonora e multimédia.

O festival Paivascapes #1 visa aumentar a consciência sobre a sustentabilidade, ambiental e social de como é possível viver numa interacção equilibrada com o território: Por um lado, o festival terá a forma de um itinerário, seguindo o Rio Paiva desde a sua nascente até à foz, o que possibilitará ao público um contacto directo com diferentes paisagens e comunidades rurais. Por outro lado, durante este itinerário, alguns dos projectos sonoros serão apresentados em locais diferentes ao longo do rio e decorrerá uma série de percursos pedestres ambientais.

O programa do festival inclui cinco dias e noites densamente preenchidos (entre 4 e 8 Março 2011) que irão fornecer um amplo panorama de mais de 20 obras artísticas recentemente desenvolvidas ao longo do Rio Paiva – composições contemporâneas, instalações multimédia, projecção de filmes e performances sonoras – incluindo ainda uma contextualização histórica, antropológica e ambiental da região, através de uma série de conferências por parte de alguns peritos e investigadores de renome. E por último, formas antigas de tradições locais orais e musicais farão parte igualmente do festival, colocando em contacto directo formas artísticas exploratórias com outras profundamente enraizadas no território.

Destacam-se em cada dia do festival as seguintes actividades:

No dia 4 de Março, será inaugurada às 18h00 no Museu do Auditório Municipal Carlos Paredes em Vila Nova de Paiva uma exposição retrospectiva de 8 obras contemporâneas, nas áreas das instalação sonora e multimédia, todas elas concebidas no âmbito de residências artísticas que ocorreram em 2010 da nascente até à foz do rio Paiva. É a primeira vez que uma exposição de arte contemporânea será apresentada na região.

No dia 5 de Março será inaugurada no Museu Rural de Pendilhe (Concelho de Vila Nova de Paiva) a exposição sonora e vídeo intitulada “Rheîa Zóontes” da autoria da artista multidisciplinar italiana Manuela Barile. Esta obra, totalmente concebida em interacção com a paisagem e com os habitantes da aldeia de Pendilhe, evoca a ideia de felicidade enquanto fluxo feito de pequenos gestos, de trabalho e de relação com a terra. No fundo, questiona-se até que ponto quem resiste no mundo rural estará mais próximo da felicidade plena de que falavam os gregos antigos.

No dia 6 de Março ocorrerá às 10h00 na praia fluvial da aldeia de Fráguas (concelho de Vila Nova de Paiva), uma performance sonora pelos artistas Patrick McGinley, Marja-Liisa Plats, Luís Costa e Tiago Carvalho. Esta performance, intitulada “Revenant: Paiva” irá activar sonoramente a memória do local, através da voz e da interacção com estruturas arquitectónicas (edifícios, pontes, muros, etc.), com a água do rio e com materiais encontrados (pedras, ramos, folhas, etc.).

No dia 7 de Março pelas 14h30 será apresentada na praia fluvial da aldeia de Espiunca (concelho de Arouca) uma instalação sonora da autoria do conceituado artista sonoro alemão Marc Behrens, intitulada “Paiva Players”. Esta obra consiste num conjunto de altifalantes flutuantes que irão projectar uma composição baseada nas vozes e sons de vários tipos de trabalho local (vindimar, cortar árvores, fazer o pão, fazer enchidos, construir casas, etc.) das comunidades ribeirinhas do Paiva., os quais se irão fundir com o som do próprio rio.

No dia 8 de Março pelas 15h00 será apresentada na praia fluvial do Areinho (concelho de Arouca) uma instalação sonora da autoria da compositora japonesa Keiko Uenishi, intitulada “Paiva Dams” (barragens do Paiva). Esta obra resulta de um trabalho de captura sonora efectuado em 2010 por alunos de escolas básicas do concelho de Arouca, integrado no projecto educativo Aldeias Sonoras (www.aldeias-sonoras.org). Essas recolhas foram posteriormente editadas numa série de curtas composições que serão projectadas junto ao rio Paiva através de uma série de pequenas estações rádio portáteis construídas pela artista.

O Festival Paivascapes #1 é financiado pelo Ministério da Cultura / Direcção Geral das Artes, Fundação Calouste Gulbenkian, Instituto da Segurança Social, Instituto do Emprego e Formação Profissional e por duas autarquias que muito apoiaram o projecto: Câmara Municipal de Vila Nova de Paiva e Câmara Municipal de Arouca.

O Festival Paivascapes #1 obteve do Conselho da Europa o selo CECEL de mérito cultural Europeu, tem como parceiro media a Viseu TV e parceiro na realização de um passeio ambiental a Associação S.O.S. Rio Paiva.

Os bilhetes para o Festival Paivascapes #1 têm um preço de 5 Euros por dia, ou de 20 Euros para todo o festival e encontram-se à venda em: Bilhetes à venda em: www.ticketline.sapo.pt , FNAC, Worten, Agência Abreu, C.C. Dolce Vita, Megarede, El Corte Inglés.

Venha explorar o rio Paiva com todos os sentidos!

Lista de artistas participantes:

Alicja Rogalska (PL), Anna Hints (EE), Charles Stankievech (CA), Craig Dongoski (US), Ignaz Schick (DE), Jez riley French (GB), John Grzinich (US), Katherine Liberovskaya (CA), Lasse-Marc Riek (DE), Luis Costa (PT), Maile Colbert (US), Manuela Barile (IT), Marc Behrens (DE), Marja-Liisa Plats (EE), Martin Clarke (GB), Masayo Kajimura (DE), o.blaat (JP), Patrick McGinley (US), Phill Niblock (US), Rui Costa (PT), Rui Silveira (PT), Sérgio Cruz (PT), Tiago Carvalho (PT), Tiago Pereira (PT), William Lamson (US), Yasuno Miyauchi (JP).

Lista de oradores participantes:

Tiago Monteiro-Henriques (PT), Sérgio Caetano (PT), Marcos Medalon (PT), Nuno Martins (PT), Domingos J. Cruz (PT), Tiago Carvalho (PT)

Website do Festival: http://www.paivascapes.org

Bilhetes à venda em:

http://www.ticketline.sapo.pt ?Auditório Municipal de Vila Nova de Paiva, Biblioteca Municipal de Arouca, FNAC, Worten, Agência Abreu, C.C. Dolce Vita, Megarede, El Corte Inglés.

2017-02-13T18:32:10+00:00 2 Fevereiro, 2011|