Apesar do facto the o concerto de Rinus Van Alebeek no Music Box Lisboa ter sido um flop em termos de audiência, tivemos o prazer the deambular com ele por Lisboa, captando e partilhando sons, vistas e reflexões.

Rinus Van Alebeek é um observador peculiar da realidade e um artista que transforma instintivamente gravações lo-fi de fita magnética em evocativos poemas sonoros, criando um “détachement” em relação ao medium utilizado, característica dos artistas mais originais. Ele transforma uma tecnologia específica (a fita magnética e o equipamento de gravação) numa “poiesis”, transcendência que vai para além dos limites imediatos da matéria, enquanto a maioria dos artistas apenas consegue lidar com uma “praxis”.

No local exacto (Texas Bar, actual Music Box Lisboa) onde Wim Wenders gravou uma cena do seu filme “O Estado das Coisas” (com Samuel Fuller), aqui estão os sons do excelente concerto de Rinus Van Alebeek no Music Box, Lisboa (13 Junho 2007):

DSC03106.JPG DSC03105.JPG DSC03104.JPG DSC03103.JPG DSC03102.JPG DSC03101.JPG DSC03100.JPG DSC03099.JPG DSC03098.JPG DSC03096.JPG DSC03095.JPG DSC03094.JPG DSC03093.JPG DSC03092.JPG DSC03091.JPG DSC03090.JPG DSC03088.JPG DSC03087.JPG DSC03086.JPG DSC03085.JPG DSC03083.JPG DSC03082.JPG DSC03081.JPG DSC03080.JPG DSC03078.JPG DSC03077.JPG DSC03076.JPG DSC03075.JPG[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]